Viagem&Cia.
Destinos

Gramado, Rio Grande do Sul

A serrana cidade gaúcha de Gramado é sempre uma atração

Leonid Streliaev/Embratur
Arquitetura alpina da cidade e clima fresco lembram a Europa
Arquitetura alpina da cidade e clima fresco lembram a Europa
POR QUE IR?

A cidade mais famosa da região serrana gaúcha é também um pedacinho da Europa no Brasil. Além do clima fresco e agradável mesmo nos meses de verão, mantém arquitetura alpina em grande parte de suas construções e tem na tradição gastronômica duas especialidades irresistíveis: fondue e chocolate em seus muitos restaurantes e bistrôs.

QUANDO IR?

A tradição diz que a melhor época para curtir o aconchego de Gramado é durante o inverno, quando as temperaturas ficam próximas de zero grau. Porém, é também no período de frio que os nevoeiros e geadas assolam a região. No verão e primavera, Gramado fica bela e florida, além de ganhar decoração especial temática para as festas de final de ano.

COMO IR?

Gramado está a 135 km de Porto Alegre e o acesso, a partir da capital, deve ser feito pela BR101 ou pela BR290, num trajeto que dura cerca de duas horas. O aeroporto de Porto Alegre recebe voos dos principais aeroportos brasileiros.

PARA VER

O melhor dos parques


Gramado é pequena e deliciosa para andar a pé. A cerca de 1,5 Km do centro, o Lago negro é cercado por hortênsias e cheio de pedalinhos para passeios, um dos principais cartões postais da cidade. Também pertinho do centro, o Parque Knorr oferece vistas inspiradoras do Vale do Quilombo, que se prolonga entre Gramado e a vizinha cidade de Canela.

O melhor da aventura

Empresas como a Black Bear Adventure organiza passeios de aventura nos arredores de Gramado, como rafting e rapel em cachoeiras. Escaladas nos cânions Fortaleza e Itaimbezinho são incríveis, mas para iniciados (Rua Bruno Ernest Riegel, 713). Outro tour que vale a pena é o Passeio Panorâmico em Gramado que conduz por um tour de noventa minutos pela cidade passando pelos principais pontos históricos, arquitetônicos e naturais (ingresso R$ 10 por pessoa; Av. das Hortensias, com saídas às 10h, 12h, 14h e 16h).

O melhor do cinema

O principal festival de cinema do Brasil, o prestigiado Festival de Cinema de Gramado, acontece todos os anos no mês de agosto. Durante este período a cidade exibe um glamour que lembra o Festival de Cannes e recebe atores, atrizes e diretores num tapete vermelho digno de estrelas, com direito a flashes por todos os lados, fãs e festas que agitam a cidade.

PARA COMER E BEBER

A oferta de restaurantes de variadas gastronomias é um dos pontos fortes de Gramado. Embora haja ótimas opções da culinária italiana, germânica e suíça, as especialidades são os fondues e a truta fresca.

• Cool e aconchegante, o Da Hora Lanches é um café com clima descontraído e um excelente bufê no almoço (Av. Borges de Medeiros; 11h-19hs).

• O restaurante Vale Quanto Pesa (Rua São Pedro, 401; almoço e jantar, terça a domingo) tem bufê por quilo no almoço e rodízio de pizza no jantar.

• Num ambiente acolhedor e a meia-luz, os comensais do Ristorante Tomasini (Av. das Hortênsias, 1189; almoço e jantar) saboreiam pratos refinados, com opções de massas, peixes e carnes. O mais popular, no entanto, é a sequência de fondues servida no lugar.

• Instalado em um local pitoresco, do outro lado do Lago Negro, o Gasthof Edelweiss (Rua da Carriérie, 1119; almoço e jantar) tem clima caseiro e serve afamados acepipes da gastronomia germânica.

• Já o restaurante Le Chalet de la Fondue aposta no requinte de pratos elaborados à base de peixes, filés e algumas carnes exóticas. Mas, como o próprio nome diz, o fondue é o forte da casa (Av. das Hortências 1297; lechalet.com.br).

ESSENCIAIS

Para chegar lá


A cidade é pequena o suficiente para ser percorrida a pé. Há ônibus regulares para Porto Alegre (duração de duas horas). Ônibus para Canela, a simpática cidade vizinha, saem de dez em dez minuto (R$ 1,50, duração de vinte minutos). Vale a dica: como a cidade é muito pequena, experimente contatar uma agência local para passeios pela Serra Gaúcha.

Custos

Refeição por quilo: média de R$ 20 por quilo
Refeições em restaurante turístico: média de R$ 30 a refeição
Refeições em restaurante superior: média de R$ 50 a refeição

PARA DORMIR

• Na Pousada Metodista os quartos são pequenos, mas todos têm banheiro privativo (diárias a partir de R$ 50; Av. Borges de Medeiros, 2889).

• O Hotel da Vovó Carolina foi renovado recentemente e tem um ambiente agradável e acolhedor (diárias a partir de R$ 104; Rua Borges de Medeiros, 3129).

• Com decoração simples, mas sofisticado, a Pousada Bernardete é uma boa opção bem no centro da cidade (diárias a partir de R$ 120; Rua Augusto Zitti, 200).

• O charme está nos detalhes na Pousada da Colina onde as camas são adornadas com colchas de patchwork e travesseiros de pluma, além de manter áreas comuns simpáticas (diárias a partir de R$ 150; Rua Arthur Zwest, 111).

• Como está localizada numa área isolada, a Bella Terra Pousada tem o silêncio como grande aliado. Um lugar apropriado para relaxar, com quartos amplos e banheiros em mármore (diárias a partir de R$ 150; Av. Borges de Medeiros, 2870).

• A arquitetura do Hotel Casa da Montanha remonta aos chalés alpinos, com ambientes luxuosos e muito confortáveis. Um dos pontos altos é o seu restaurante gourmet, cuja especialidade é a truta fresca (diárias a partir de R$ 165; Avenida Borges de Medeiros, 3166).

DICAS DE OUTROS VIAJANTES

Andar e comprar


É na Rua Coberta que acontecem alguns dos principais eventos e apresentações nesta agradável cidade serrana. A rua é literalmente coberta por uma estrutura de metal e vidro e liga a Avenida Borges de Medeiros a Rua Garibaldi. Um ótimo lugar para fazer compras e aproveitar os dias frios ou de chuva.
Henrique Dornelles

Serenatas

Um programa muito bacana e que adorei fazer com meus filhos é a visita ao Minimundo. Criado pela família Hoppner em 1981, o espaço recria uma cidade em miniatura ao melhor estilo Legoland, existente na Dinamarca. Há réplicas de castelos, ferrovias, moinhos, praças, igrejas, torres e lagos. Tudo muito mágico e criativo.
Gisele Riccó

Cristais de Gramado

Gramado é sempre apontada pela diferenciada produção de cristal. Vale visitar a única fábrica de cristal artístico do Rio Grande do Sul que produz ao vivo as peças usando a técnica milenar veneziana. Lá há um enorme showroom com peças e preços atraentes. O traslado é gratuito aos interessados e as demonstrações acontecem às 8h30,12h,13h30 e 17h. Informações: 3036-1200.
Ivone Mello Rocha

Hotel kitsch

Situado num adorável bairro residencial, o Hotel Ritta Hoppner leva a cultura kitsch a sério. Basta caminhar pelos jardins adornados com estátuas de duendes e elfos. Além de interessante, confortável.
Róbson Antunes Amaral