Viagem&Cia.
Destinos

Natal, Rio Grande do Norte

Pequena e pacata, essa bela capital do Nordeste recebe cada vez mais viajantes brasileiros e europeus atraídos pela combinação de descanso e aventura

Setur/ Rio Grande do Norte
Natal: águas límpidas e passeio de buggy em dunas imensas
Natal: águas límpidas e passeio de buggy em dunas imensas
POR QUE IR?

Com mais de quatro séculos de história, a cidade de Natal é garantia de muito
sol durante todos os meses do ano, além da certeza de aproveitar um mar maravilhoso, tanto na própria capital quanto em outras praias da região.

O QUE HÁ PARA SE FAZER?

Dar-se o direito de conhecer uma antiga fortaleza erguida com uma arquitetura peculiar, mergulhar num mar de águas límpidas e, ainda, invadir dunas imensas em passeios de buggy muito divertidos serão suas principais lembranças.

PARA VER

O melhor da história


Os portugueses fundaram a cidade no dia 25 de dezembro de 1599. Aproveitando a data, batizaram-na de Natal. Um ano antes, no dia 6 de janeiro de 1598, iniciaram a construção de um forte. Como a dia coincidia com a comemoração do Dia de Reis, novamente o nome escolhido foi Forte dos Reis Magos. A obra é interessante, no formato de uma estrela de cinco pontas e com paredes externas brancas (3502-1099; aberto das 8h às 16h30; ingresso R$ 3).

A melhor praia

É fácil dizer que Ponta Negra é a praia mais bonita de Natal. Situada ao sul da cidade, são 3 quilômetros que fazem a alegria dos visitantes. A praia tem dois pontos bem distintos: mais ao norte o mar poder ser forte, inclusive com ondas adequadas para o surfe; já no sul o mar é calminho, e, por consequência, o movimento de banhistas é maior.

O melhor cartão-postal

No extremo sul da Praia de Ponta Negra está o principal cartão-postal de Natal: o Morro do Careca. Uma enorme duna coberta de Mata Atlântica, com uma espécie de moicano de areia que desce quase até o mar. Para evitar a erosão, há alguns anos o Ibama proibiu o acesso ao topo da duna. De qualquer forma, a foto do morro vista da praia está garantida.

O melhor do Carnatal

É isso mesmo, você não leu errado. A capital potiguar realiza no começo de dezembro o maior Carnaval fora de época do Brasil, ao melhor estilo de trios elétricos e blocos na rua.

PARA BEBER E COMER

• Apesar do nome, o restaurante Tempeiro Mineiro serve bons pratos-feitos de carne, frango, peixe e massas (84/ 3219-0356; Feira de Artesanato de Ponta Negra, Av. Praia de Ponta Negra; pratos entre R$ 10 e R$ 15).

• Já o Tábua de Carne, distante cerca de 1,5 km do extremo norte da Praia de Ponta Negra, oferece um ótimo bufê livre, incluindo carne-seca, uma das especialidades nordestinas (84/3642-1236; Av. Eng. Roberto Freire, 3241, Capim Macio; bufê por R$ 20).

• Se você estiver no centro ou no norte da cidade e o estômago roncar, não perca a chance de ir ao Mamma Itália. O ravióli de ricota com espinafre é sensacional (84/3202-1622; Rua Sílvio Pedrosa 43, Praia dos Artistas; pratos entre R$ 15 e R$ 25).

• Com uma temática de selva, o Cipó Brasil é um bom local para comer uma pizza ou uma panqueca (84/3219-5227; Rua Aristides Porpino Filho, 3111, Alto de Ponta Negra; pratos de R$ 15 a R$ 30).

• Aficionados em camarão irão ao delírio no Camarões Restaurante, um dos melhores em frutos do mar na Ponta Negra (84/3209-2424; Av, Eng. Roberto Freire 3161, Ponta Negra; entre R$ 20 e R$ 40).

PARA CHEGAR LÁ

Natal recebe voos de praticamente todas as capitais do Brasil, sejam diretos ou com conexões, normalmente em São Paulo, Rio de Janeiro ou Brasília. As companhias aéreas TAM, Gol, Azul e Webjet tem voos regulares para a capital potiguar.

MELHOR ÉPOCA PARA IR

Natal é conhecida como a Cidade do Sol. Ao contrário do outro Rio Grande, o do Sul, frio por aqui não existe. Todos os meses do ano são de dias quentes e ensolarados. A alta temporada vai de dezembro a fevereiro, além de julho, e nesse período os preços são mais caros.

PARA DORMIR

• Situado num prédio construído nos moldes de um pequeno castelo, o Lua Cheia Hostel é um albergue filiado a rede Hostelling International (HI). O staff é gentil, e a localização é privilegiada, no coração da badalação no Alto de Ponta Negra (84 3236-3696; Rua Manoel A. B. de Araújo, 500, Ponta Negra; dormitórios entre R$ 38 e R$ 52).

• A pequena Pousada Recanto das Flores tem bons quartos com mobílias de bambu, e ainda oferece descontos na baixa temporada (84/ 3219-4065; Av. Eng. Roberto Freire, 3161, Ponta Negra; 1p/2p R$ 60/R$ 80).

• Com uma linda vista do mar, o Hotel Tubarão é uma ótima escolha, situado no morro logo acima da Praia de Ponta Negra. Os quartos são agradáveis e os atendentes, simpáticos (84 3641-1029; Rua Manoel Coringa Lemos, 259, Ponta Negra; 1p/2p R$ 95/R$ 115).

• A Pousada Free Willy não tem uma aparência tão boa vista de fora, mas seus quartos são limpos, o corpo de funcionários é gentil e a localização, diante da praia, é excelente (84/3236-2825; Rua Francisco Gurgel, 9292, Ponta Negra; 2p/R$ 160).

• Todos os apartamentos para uma ou duas pessoas têm vista para o mar no Hotel Atol das Rocas, que oferece ainda uma boa piscina em meio a um atrativo jardim. Na baixa estação a diária diminui após o terceiro pernoite (84/3219-2072; Av. Eng. Roberto Freire, 3220, Ponta Negra; 1p/3p R$ 178/R$ 269).

DICAS DE OUTROS VIAJANTES

Adrenalina pura

Com emoção ou sem emoção? A clássica pergunta é sempre feita para quem quer se divertir andando de buggy nas dunas próximas a cidade. O principal destino são as enormes dunas da praia de Genipabu, ao norte de Natal. Atenção para a existência de bugueiros cadastrados pela Associação de Bugueiros e outros não.
Marcelo Mattos Jr.

Estrada de areia

Para quem tem um pouco mais de tempo, disposição e não se importa com areia no rosto, uma viagem inesquecível é ir de Natal a Fortaleza de buggy pela beira-mar. A viagem de aproximadamente 750 km leva entre três e cinco dias, e passa por mais de 90 praias. Várias agências de Natal fazem esse roteiro. Encare a jornada e você irá curtir muito.
Karina de Costa Mello

Estilo Caribe

Quando for a Natal, não perca a chance de conhecer os Parrachos de Maracajaúuma bancada de coral em águas cristalinas excelente para mergulho. Os parrachos, semelhantes a um arrecife, ocupam uma área de 13 km2 e ficam distantes 7 km da orla da praia de Maracajaú, que, por sua vez, está a 60 km de Natal. Alugar um buggy é a melhor opção para chegar lá. Depois, várias agências de viagem fazem o passeio mar adentro.
Alberto de Loyola